Conheça as mais caras mansões do mundo

Bilionários não hesitam em investir quando o assunto viver com conforto. Imóvel na Índia custa cerca de US$ 1 bilhão

Que morar bem é essencial todo mundo sabe. Mas alguns levam isso às últimas consequências. Bilionários do mundo todo não hesitam em investir parte de suas fortunas em imóveis espetaculares. E quem se dá o luxo de morar na mansão mais cara do mundo é o empresário Mukesh Ambani. Localizada em Mumbai, na Índia, a torre de 27 andares, batizada de Antilla, está avaliada em US$ 1 bilhão. O empresário, que ocupa todo o prédio com sua esposa  e seus três filhos, tem no local garagens para 160 carros e possui 600 empregados.

O Brasil também está “representado” nesta lista. A socialite gaúcha Lily Safra, viúva do bilionário banqueiro libanês Edmond Safra, é a propreitária da Villa Leopolda, na Riviera Francesa. Com 29 mil m², o imóvel possuí 11 quartos e 14 banheiros. A mansão já pertenceu ao rei Leopoldo 2º, da Bélgica, além do fundador da Microsoft, Bill Gates. Hoje o imóvel está avaliado em US$ 506 milhões.

Confira abaixo algumas das mais suntuosas mansões ao redor do mundo:

Localizada na Índia, a casa mais cara do mundo é um prédio de 27 andares e vale US$ 1 bilhão. O local possui uma garagem para 160 carros e lá trabalham 600 empregados | Foto: Divulgação

A Villa Leopolda, que pertence a brasileira Lily Safra, tem a melhor vista da Riviera Francesa e 29 mil m² distribuídos em 11 quartos e 14 banheiros. Vale US$ 506 milhões | Foto: iG / Pierre Omidyar

A mansão, que já pertenceu ao magnata das comunicações William Randolph Hearst, serviu de cenário para clássico do cinema ‘O Poderoso Chefão’ | Foto: Divulgação

Instalado em Surrey, na Inglaterra, a Updown Court é uma propriedade de 58 hectares que vale US$ 139 milhões. Ela possui vaga para oito limusines | Foto: Divulgação

Essa mansão em Beverly Hills (EUA) pertence ao milionário Jeff Greene. Ela tem 11 suítes, 24 vagas de garagem e um salão de festas de 500 m² | Foto: Divulgação

As informações são de Samira Almeida, do IG

Fonte: O Dia


     

Sugerimos que leia também...